Ser TCE

O Programa SER TCE é destinado para a melhoria da saúde, da qualidade de vida no trabalho e o fortalecimento da cidadania dos membros, servidores ativos, aposentados e demais colaboradores do TCE-PI. Está embasado na Política de Saúde, Qualidade de Vida e Cidadania (PSQVC), regulamentada pela Resolução do TCE-PI nº 26, de 30 de julho de 2015; no Plano de Logística Sustentável (PLS) e o estabelecimento da política socioambiental, regulamentado pela Resolução nº15/2018, de 13 de setembro de 2018.

O Programa SER TCE foi lançado em abril de 2016, através da promoção de uma rede de atividades diversificadas, com foco nas diretrizes propostas na PSQVC. Todavia, sua regulamentação se deu em junho de 2021, através de Resolução (a ser atualizada neste local) e da Portaria 290/2021 que designa os membros do Comitê Consultor e Executor.

Objetivo

Incentivar e disponibilizar ferramentas para que os membros, servidores ativos, aposentados e demais colaboradores tenham oportunidade de investir mais na saúde e bem-estar, nos aspectos físico, emocional, social e profissional.

Dimensões

Para seu melhor gerenciamento, o Programa SER TCE está dividido em 5 dimensões: SER Saudável, SER Ativo, Ser Produtivo, SER Ligado e SER Cidadão. Cada dimensão possui finalidades próprias e é composta por um conjunto de ações e projetos a serem trabalhados no âmbito desta Corte de Contas.

 

Benefícios

Dentre os benefícios do Programa SER TCE para os membros, servidores, aposentados e demais colaboradores desta Corte de Contas, destacamos:

  • Melhoria no clima organizacional;
  • Redução do índice de absenteísmo;
  • Aquisição de hábitos mais saudáveis e conscientes;
  • Diminuição de doenças provenientes do trabalho;
  • Maior engajamento dos profissionais a partir de sua valorização;
  • Valorização das competências e habilidades;
  • Promoção de uma maior segurança no trabalho;
  • Maior produtividade individual e coletiva;
  • Comunicação (vertical e horizontal) mais fluída;
  • Maior integração entre os todos os servidores;
  • Desenvolvimento da responsabilidade socioambiental;
  • Valorização da diversidade.