Cristino Castro tem contas julgadas irregulares pela Segunda Câmara

A Segunda Câmara determinou a irregularidade das Contas de Gestão do município Cristino Castro, referentes ao exercício de 2016 (TC 002946/2016)  devido a falhas relacionadas ao envio da prestação de contas, à administração e transparência de gastos públicos.  O processo de relatoria da Conselheira Lilian Martins foi apreciado na sessão realizada no dia 23 de janeiro.

De acordo com os autos do processo, a Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal verificou a presença de falhas como a ausência de procedimento licitatório na contração de serviços de assessoria jurídica e contábil no valor de R$ 112.124,99 e débitos junto a Eletrobras e Agespisa , correspondentes à R$ 681.776,00 e R$ 530.175,00, respectivamente.

Dessa forma, a Segunda Câmara decidiu em unanimidade pelo parecer de reprovação das Contas de Governo da prefeitura de Cristino Castro e  as Contas de Gestão foram  julgadas irregulares. Foi aplicada multa de 4.000 URF-PI ao ex-prefeito Valmir Martins Falcão Filho, o Valmizinho.