Seminário discute Regimes Próprios de Previdência com gestores e sociedade PDF
Ter, 19 de Fevereiro de 2019 12:57

Com o intuito de melhorar e otimizar os Regimes Próprios de Previdência nos estados e municípios, a Sercomprev, em parceria com o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI), realiza a partir de hoje (18) o seminário “Gestão e Sustentabilidade dos Regimes Próprios de Previdência – RPPS”. O evento acontece na Escola de Gestão e Controle Conselheiro Alcides Nunes (EGC) e segue até amanhã (19).

Durante a manhã, ocorreu a abertura do evento, com a presença de diversos gestores, prefeitos, conselheiros e membros da sociedade, além dos representantes das entidades parceiras. A Vice-Presidente do TCE-PI e  presidente da Comissão de Fiscalização e Controle dos RPPS’s, Conselheira Lilian Martins, abordou a necessidade de se trabalhar cada vez mais com a eficiência dos gastos públicos.

“Enquanto Tribunal de Contas, enquanto controle externo, nós trabalhamos tanto em relação a gestão, quanto a sustentabilidade. Não dá mais para ficarmos naquele passo a passo de só cumprirmos formalidades. Cada vez mais o controle, tanto interno quanto externo, está imbuído de tratar da eficiência”, afirmou.

Conselheira Lilian Martins, durante abertura do Seminário
 

Já para o Diretor Presidente da Sercomprev, Ildemar Silva, a necessidade de capacitação para os gestores se dá por conta da necessidade de se compreender um tema ainda pouco explorado, como os regimes próprios de previdência. “Entendemos que como a ‘Previdência Própria’ é um assunto relativamente novo, e que tem uma dinâmica de mudança e aperfeiçoamento constante, os municípios, órgãos de controle, consultorias, devem estar permanentemente se capacitando e se atualizando”, explicou.

Segundo o assistente da Coordenação Geral de Investimentos, Auditoria e Contabilidade da Secretaria de Previdência do Ministério da Economia,  Júlio Romeu, que ministrou a palestra inicial do evento, atividades como esta facilitam a aproximação do governo com as prefeituras e seus regimes próprios, facilitando o entendimento entre ambos.

“Aproveitamos a presença dos RPPS’s nos eventos regionais para trazer temas mais práticos a respeito da gestão e da supervisão da Secretaria. Nós temos uma agenda aberta para receber e dirimir qualquer dúvida, além de participarmos sempre nesses eventos, onde temos maior alcance efetivo no contato direto com os regimes”, pontuou.