Professora de Cocal dos Alves dá receita de sucesso na educação em evento do TCE-PI PDF
Ter, 03 de Julho de 2018 11:01

alt

Planejamento, compromisso e foco, persistência e muita disciplina. Está é a receita do sucesso da educação em Cocal do Alves, cidade de pouco mais de 6 mil habitantes a 315 quilômetros ao norte de Teresina, que virou referência nacional graças às medalhas e prêmios conquistados pelos alunos da Escola Estadual Augustinho Brandão, e ao desempenho deles no Enem (Exame Nacional de Ensino Médio).

A história de sucesso de Cocal dos Alves foi contada em palestra da professora Aurilene Vieira de Brito, diretora da Escola Augustinho Brandão (hoje Centro de Educação em Tempo Integral Augustinho Brandão), na abertura do XLI Seminário de Formação de Controladores Sociais e Ouvidoria Itinerante, realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), em Monsenhor Gil, nesta sexta-feira e sábado (29 e 30 de junho), com a participação de prefeitos, secretários municipais, vereadores e cidadãos em geral.

Formada em Letras/Português pela Uespi (Universidade Estadual do Piauí) e especialista em Língua Portuguesa, Aurilene é diretora há 10 anos da Escola e secretária municipal Educação de Cocal dos Alves. Durante quase duas horas de palestra, ela explicou os valores e princípios humanistas que norteiam o modelo de ensino da Escola, defendeu o protagonismo do educador no processo de educação e enumerou as conquistas dos alunos e professores de Cocal dos Alves.

“O professor tem de gostar de ensinar, tem de ser humano, tratar o aluno com afeto, porque a educação envolve relações interpessoais”, disse ela. Em outro momento da palestra, foi mais contundente: “A escola tem de ensinar o que o aluno precisa aprender; e não o que ele quer, ou acha mais fácil aprender”, afirmou. Recordista em medalhas em olimpíadas brasileiras de Matemática, a Escola Augustinho Brandão foi criada em 2003, com foco na formação integral do aluno.

É hoje a melhor escola pública do Piauí e uma das melhores do Brasil. Detém o primeiro lugar no ranking do Enem entre as escolas públicas do país, observando-se alguns critérios de avaliação. Todos os anos, de 70% a 80% dos alunos que fazem vestibular são aprovados, saindo dali estudantes para os cursos de medicina, engenharia, direito e outras áreas concorridas nas universidades públicas do Piauí e outros estados.

EXEMPLO A SER SEGUIDO – A palestra em Monsenhor Gil foi a segunda participação de educadores de Cocal do Alves nos Seminários de Formação de Controladores Sociais e Ouvidoria Itinerante do TCE-PI. A primeira foi em Simplício Mendes, nos dias 8 e 9 de maio, com a professora Narjara Machado Benício, coordenadora pedagógica da Escola.

A ideia de incluir o exemplo de Cocal dos Alves na programação dos seminários foi do próprio presidente do TCE-PI, conselheiro Olavo Rebelo, e do conselheiro-substituto Jaylson Campelo, que foram a Cocal dos Alves em abril formalizar o convite à direção da Escola. “A experiência exitosa de Cocal dos Alves nos mostra que é possível melhorar a educação pública. É por isso que é importante levar essa experiência aos gestores, educadores e à sociedade em geral, para estimulá-los a buscar essa melhoria”, disse Olavo Rebelo.